sexta-feira, agosto 10, 2012

???

tenho os sentidos ja dormentes, não sei o por que de meu ranger de dentes. a dor q me sufoca e me apaga cada vez mais. não entendo perplexo ina-calento, ausência de calor se faz um mundo de dor. entendo o que a der ser de meu destino imerso a tanto preto e cinza, que é o meu olhar. diante de tanto desdenho e sofrimento fica difícil achar um horizonte pleno e reluzente, um por do sol ao menos a se desinibir no céu expandir. por todos decidiram em um mundo sem vida desabrochar e as belezas da vida deixar vazar. como rio q desagua sem sentido ou lugar para escoar. por que temos que ser assim como a sociedade nos molda, como um boneco de madeira contornado pela moda onde a faca e conduzida pelos cegos e os cortes não cicatrizam. por que temos q nos moldar a sua vontade sem que a vosso reino não vem nada. não acho q ser um emblema estampado de marcas e sociedade mal escrita. por isso sigo os meus dias cada vez mais em busca do meu reflexo, sei que não sou certo mais na minha pior imagem continuo sendo eu mesmo....

Nenhum comentário: