terça-feira, janeiro 11, 2011





não gosto da ideia de caminhar sozinho . de ter q me despedir de quem eu tenho por perto e de não poder rever quem eu amo...não gosto dessa estrada vazia e entristecida por muitos anos abandonada e fria, tenho medo me me tornar sua única companhia. por mais q o sol a ilumine ela só passa de uma estrada sombria para uma estrada claramente sem vida. onde todas as rotas acabam e varias historias terminam. não quero partilhar esse sentimento mais como me livrar de uma coisa que vem de dentro, só posso olhar o horizonte vivo e distante para contemplar o frio dia e o meu inútil caminhar....

Nenhum comentário: